Dedé Santana : “Eu fico muito feliz quando lembram das coisas que nós Trapalhões fizemos”

dedé suate
Dedé em cena do filme “Atrapalhando a Suate”

Essa semana foi lançado o livro “O Cinema dos Trapalhões-Por Quem Fez e Por Quem Viu”, cujo autor, Rafael Spaca, faz um retrospecto de toda a trajetória cinematográfica do quarteto mais famoso do Brasil, formado por Didi, Dedé, Mussum e Zacarias.

Entrevistando personalidades que contribuíram para a realização dos filmes, desde atores como Breno Moroni, Paulo Reis, Nadia Lippi e Bia Seidl a diretores importantes que trabalharam com eles, como José Alvarenga Júnior e Vitor Lustosa, o autor Rafael Spaca faz com que a obra revele curiosidades dos bastidores dessas grandes produções que encantaram gerações por todo o Brasil.

Nós conversamos com o Trapalhão Dedé Santana, que com muita simpatia, nos falou sobre o orgulho que sente por ser reverenciado ao longo dos anos e nos contou sobre a emoção de remontar “Os Saltimbancos Trapalhões”, um dos grandes sucessos do quarteto no cinema, que tem estreia prevista para o segundo semestre desse ano.

*reportagem : Léo Uliana/*vídeo : Cristiane Muniz

(Visited 360 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *