Nando Reis : No RJ como foi em BH

Nanna e Nando Reis 041

Com trinta anos de carreira nas costas, já incluindo aí sua marcante participação no grupo Titãs, o paulista Nando Reis mostrou ontem no palco do Vivo Rio porque está na lista dos dez maiores compositores que ganham direitos autorais por suas composições.

Dando sequência à série de shows que comemoram o lançamento do álbum “SEI,como foi em BH”(gravado ao vivo na capital mineira), o cantor saudou a plateia que lotou a casa, com canções apoiadas em arranjos de primeiríssima qualidade e com uma vitalidade que em nada remetem aos 51 anos recém completados.

O público que esperou pacientemente o início da apresentação, que atrasou cerca de 35 minutos, não se conteve e acompanhou Nando em quase todos os números, que entremeavam desde grandes sucessos do artista como “Por onde andei” e “Relicário” à canções menos populares como “Luz antiga” e “Coração vago”.

Cercado por uma banda extremamente competente, o artista se consagrou numa noite em que tudo conspirou a favor, reforçando a ideia de que um grande artista como ele tem espaço garantido num cenário de altos e baixos, como o da música popular brasileira.

Ganha ele, ganhamos nós !!!

Veja mais imagens da apresentação

Nanna e Nando Reis 069 Nanna e Nando Reis 043 Nanna e Nando Reis 045 Nanna e Nando Reis 050 Nanna e Nando Reis 053 Nanna e Nando Reis 062

*reportagem : Léo Uliana/imagens : Sérgio Horta

 

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *