Novo espaço cultural da Lapa (RJ) traz extensa diversidade em sua programação

A banda Poética Planetária Subtropicalista está na programação da nova casa.

Samba de Raiz, Bossa Nova, poesia, oficina de cinema e sarau moderno agitam a Lapa

Confira o que vai rolar no novo espaço cultural do bairro mais boêmio do Rio de Janeiro, o Palco Lapa 145 

Criado pela cantora Rosângela Si, o Palco Lapa 145, espaço cultural recém-inaugurado no bairro mais boêmio do Rio de Janeiro, a Lapa, abre as portas com o intuito de ser uma casa dos artistas e seus movimentos. Com uma programação eclética, o casarão do final do século XIX está totalmente antenado com o nosso tempo, abraçando a diversidade e as manifestações artísticas em estado puro com festivais, shows, exposições, saraus, gastronomia, rodas de samba, rap e hip-hop e oficinas de dança e iniciação musical. “Somos a casa da diversidade e da cultura, sempre aberta a todos que queiram mostrar o seu talento e, é claro, para quem está ávido a curtir e descobrir a cena carioca das artes muito além do mainstream”, ressalta a fundadora.   

Confira a programação da casa de 2 a 8 de outubro: 

Quarta-feira, dia 2 de outubro, às 21h – Poética Planetária Subtropicalista: Despierta Latinoamerica 

A banda Poética Planetária Subtropicalista (POPS) é um movimento multicultural criado em 2014 pelo cantor e compositor Alexandre Rota. A banda hoje agrega diversos artistas com uma sonoridade urbana em meio a uma linguagem poética utilizando-se de referências da música popular brasileira, do rock e do baião. Poesia, por sinal, sempre presente nas suas apresentações por meio de intervenções. O show começa às 21h e a entrada é franca.

 

Sábado, dia 5 de outubro, às 16h – Oficina com o cineasta cubano Antônio Molina 

Com o tema Linguagem Audiovisual e Novas Narrativas, a oficina de roteiro objetiva a formação e qualificação profissional em matéria de audiovisual com ênfase no estudo prático e teórico da dramaturgia para a elaboração de roteiros, tanto para ficção como para documentários. A palestra é comandada por Antônio Molina, premiado cineasta cubano ganhador do 7º Indian Cine Film Festival, em 2019, com o filme “Sim, fui uma criança viada”. O evento começa às 16h e a entrada é R$ 10.

 

Sábado, dia 5 de outubro, às 21h – Especial Rosângela Si, 30 anos de carreira 

A cantora, compositora e atriz Rosângela Si comemora 30 anos de carreira com show no Palco Lapa 145, novo espaço cultural do bairro mais boêmio do Rio de Janeiro. A noite será recheada de canções autorais e clássicos do Samba, Bossa Nova e da MPB e muitas histórias sobre a sua trajetória nos palcos, festivais, teatro e TV, e das parcerias com nomes de peso da música, como Agnaldo Timóteo, Carlos Dafé, Dicró, Carmélia Alves, Arlindo Cruz, Alcione e Dicró. A artista se notabilizou por interpretações das obras de Noel Rosa Pixinguinha, Cartola, Nelson Cavaquinho e por seu repertório autoral, muito voltado à análise e crítica social. O espetáculo, que começa às 21h e passa a integrar a programação da casa sempre no primeiro sábado do mês, conta com direção musical de Osvaldo Thomé e participação do percussionista Kobá Xilon. A entrada individual é R$ 20 e a mesa, R$ 60.

 

Terça-feira, dia 8 de outubro, às 18h30 – Microfone aberto

Microfone Aberto é um sarau moderno que acontece todas as terças, a partir das 18h30, onde os artistas podem recitar suas poesias, cantar, apresentar monólogos, ler seus contos, manifestos, em resumo, mostrar a sua arte, sem amarras nem mordaças. A entrada franca.

 

O Palco Lapa fica na Rua da Lapa, 145. Mais informações pelo telefone (21) 98231-0108 ou pelo site www.palcolapa145.com.br      

(Visited 27 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *