Roberto Carlos : “Eu jamais vou dizer pra quem eu fiz essa música!”

Simone, Gal, Bethânia, Timóteo, Ângela Maria, Cauby, Lulu, Marisa, Frejat, Paula Toller e quase toda a nata da MPB. Todos já gravaram canções da dupla Roberto & Erasmo. Mas nada se compara ao próprio Roberto Carlos entoando seus grandes clássicos.

E na noite do último sábado(com replay no domingo!), no Maracanãzinho, ele mais uma vez fez a plateia delirar com seu show de sucessos. Como de costume, Roberto abriu o show com a bela ‘Emoções’, e daí por diante foi enfileirando um clássico após o outro. ‘Desabafo’, ‘Outra Vez’ (Isolda), ‘Se Você Pensa’, ‘Nossa Senhora’ e a mais recente ‘Sereia’ não ficaram de fora.

Quando cantou ‘Lady Laura’, ele disse lembrar da mãe, já falecida, e por isso se sentir muito emotivo. “Quero Que Vá Tudo Pro Inferno’, renegada durante anos pelo próprio cantor, por conta de sua superstição, foi efusivamente acompanhada pelo público que lotou o ginásio. E a romântica ‘Sua Estupidez’ foi interpretada de forma sublime, mas apresentada pelo cantor como a ‘misteriosa’ canção, cujos versos (“Sua estupidez não lhe deixa ver que eu te amo…”) ele se recusa a dizer para quem foram feitos.

O encerramento, com a habitual distribuição de rosas, foi ao som da religiosa ‘Jesus Cristo’ e sob aplausos calorosos dos seus fiéis súditos.

*reportagem e imagens : Léo Uliana/*colaboração : Jacqueline Abreu

(Visited 150 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *