Onde a mulher é “A Protagonista”

Terceiro espetáculo do Coletivo Paralelas, estreia no Teatro II do Sesc Tijuca dia 20 de março e traz à discussão a exposição e espetacularização da mulher e o controle sobre as decisões de sua vida

 Em “A Protagonista”, a parceria com Miwa Yanagizawa de “Piranha não dá no mar” se manteve e o grupo aprofundou a investigação do jogo como instrumento cênico e a reflexão sobre os agentes que limitam a livre atuação da mulher na sociedade, tomada por vigilância e opressão. A temporada acontecerá de 20 de março a 12 de abril, de sexta a domingo, às 19:00, no Teatro II do Sesc Tijuca. 

Neste projeto, o Coletivo Paralelas explora a junção entre teatro e cinema, de modo que a cada apresentação haverá a produção de um curta-metragem diferente, um com cada atriz convidada. Nesse curta, estuda-se a relação entre ficção e realidade, questionando a exposição da mulher, sua espetacularização e o controle sobre as decisões de sua vida. Nesta temporada, serão produzidos 12 curtas diferentes que atuarão como disparadores da discussão: Protagonismo feminino, vigilância e controle sobre a mulher.

No espetáculo, há 4 atrizes fixas no elenco e em cada apresentação haverá uma atriz convidada que não sabe nada sobre a peça e recebe a indicação de que a plateia não pode perceber que ela não compõe o elenco fixo. Quatro atrizes-professoras dialogam sobre o universo feminino e o magistério. A quinta atriz (convidada) está concorrendo à vaga de professora substituta. Tudo é monitorado por câmeras sem que elas saibam, com suas vidas vigiadas. 

No primeiro momento da peça, as atrizes dividem memórias e vivências. Em um segundo, quando se revelam as câmeras, um curta, que mistura imagens  anteriores com imagens filmadas durante a peça, é exibido. Desse modo, estimula-se a reflexão norteadora do espetáculo: a vigilância exercida sobre as mulheres, a qual limita e julga suas ações. A peça possui mais cenas do que as que serão mostradas, e o público escolhe quais irão acontecer, decidindo, ficticiamente, sobre a vida das professoras e, na realidade, sobre o seu desenrolar, mudando a dramaturgia a cada espetáculo e a cada curta.

SERVIÇO

A PROTAGONISTA

Temporada de 20 de março a 12 de abril – sexta a domingo – 19:00

Sesc Tijuca – Teatro II

Rua Barão de Mesquita – 549 – Rio de Janeiro – RJ

Telefone: (21) 3238 – 2167

Gênero: Espetáculo – Jogo

Duração: 90 minutos

Ingressos: R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia) / R$ R$ 7,50 (associados Sesc)

Capacidade: 50 lugares

Classificação indicativa: 14 anos

FICHA TÉCNICA:

Criação: Carol Barbosa, Juliana Soure e Tatiane Santoro

Direção: Juliana Soure

Orientação artística: Miwa Yanagizawa

Direção audiovisual: Canal Plá – Laís Dantas e José Alsanne

Roteiro: Renata Sofia

Elenco: Aliny Ulbricht, Carol Barbosa, Rosa Nogueira e Tatiane Santoro

Organização dramatúrgica: Juliana Soure e Renata Sofia

Orientação teórica: Pâmela Carvalho 

Preparação Corporal: Camila Rocha 

Figurino: Carla Costa

Iluminação: Ana Luzia de Simoni

Mídias e design gráfico: Franco Albuquerque 

Produção: Mariana Rego e Julia Abreu 

Realização: Coletivo Paralelas

Assessoria de Imprensa : Duetto Comunicação

(Visited 20 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *