Geovana Pires apresenta o solo “Perigosas Damas”

Idealizado e protagonizado por Geovana Pires, o solo inédito ‘Perigosas Damas’ usa a liberdade como ponto de partida para denunciar o quanto a contenção dos desejos individuais femininos impactam nas políticas públicas. O espetáculo surgiu há cinco anos quando Geovana leu o livro ‘Histórias de um silêncio eloquente’ de Thaís Dumêt, no qual extraiu histórias do início do sistema prisional para mulheres no Brasil, que principia no início do século XX. A dramaturgia é assinada por Geovana, Elisa Lucinda e Denise Stutz. Após muita pesquisa, inclusive dentro de penitenciárias onde realizou projetos sociais como vice-presidente do Instituto Casa Poema – produtora do espetáculo -, a idealizadora contou com o reforço criativo da direção de Denise Stutz e Soraya Ravenle como diretora musical.  

No palco, Geovana aborda o racismo, sexismo, opressão e sobretudo a liberdade por meio de vivências femininas reais do passado, mas que se assemelham com a realidade atual de muitas mulheres. Ao longo da história da civilização humana foram criadas leis e mecanismos de contenção para que, independentemente da cor e da classe social, as mulheres fossem encarceradas em manicômios, conventos e sistemas prisionais por serem sexualizadas, lésbicas, extrovertidas, inteligentes, terem repulsa sexual ao marido, praticarem a cartomancia, prostituição, etc. 

Com uma equipe feminina em sua maioria, a peça tem como propósito uma narrativa vista sob a perspectiva das mulheres ao dar vida à personagens reais, resgatando histórias respaldadas em ampla pesquisa, que contribuem para a compreensão sobre o feminismo nos tempos atuais. ‘Tem sido um encontro do olhar feminino que desconstrói o autoritarismo e vai para um lugar de liberdade. Por isso eu não queria ser dirigida por um homem, mas sim por uma mulher. Pelo olhar de compreensão e acolhimento.’, analisa a atriz.

‘Perigosas Damas’ entra em temporada de 27 de junho a 21 de julho no Sesc Copacabana e marca o retorno de Geovana como protagonista de um espetáculo desde ‘A Natureza do Olhar’ – que teve supervisão de Amir Haddad.  

SERVIÇO  

PERIGOSAS DAMAS 

Data: 27/06 a 21/07  

Horário: de quinta a domingo, às 19h. 

Local: Multiuso do Sesc Copacabana  

Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, Rio de Janeiro – RJ 

Ingressos: R$ 7,50 (associado do Sesc), R$ 15 (meia-entrada), R$ 30 (inteira) 

Informações: (21) 2547-0156 

Bilheteria – Horário de funcionamento: 

Terça a sexta – de 9h às 20h; 

Sábados, domingos e feriados – das 14h às 20h. 

Classificação indicativa: 14 anos   

Duração: 60 minutos 

FICHA TÉCNICA 

Obra adaptada do livro História de um silêncio eloquente de Thaís Dumêt  

Idealização e atuação: Geovana Pires  

Dramaturgia: Elisa Lucinda, Denise Stutz e  Geovana Pires 

Direção: Denise Stutz  

Diretora Assistente: Soraya Ravenle  

Direção Musical: Soraya Ravenle 

Trilha Sonora Original: Flavia Tygel  

Cenário e figurino : Wanderley Gomes  

Desenho de Luz: Ana Luzia Molinari de Simoni  

Direção de Produção: Rafael Lydio (Paragogí Cultural) 

Coordenador de Comunicação: Daniel Barbosa  

Produção Executiva: Thaís Espírito Santo e Liliane Miranda  

Assistente de Produção: Eduardo Pires  

Fotógrafo: João Saidler 

Assessoria de comunicação: Ricardo Oliveira 

(Visited 51 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *