Musical em homenagem a Milton Nascimento faz apresentação gratuita no RJ e em SP !

APÓS QUATRO ANOS DE SUCESSO, ‘MILTON NASCIMENTO – NADA SERÁ COMO ANTES – O MUSICAL’ SE DESPEDE COM SESSÕES GRATUITAS PROMOVIDAS PELA REDE NO RIO DE JANEIRO  E EM SÃO PAULOmilton-nascimento-pb

Nos últimos quatro anos, o musical “Milton Nascimento – Nada será como Antes” levou mais de 300 mil espectadores aos teatros brasileiros, em temporadas por cidades mineiras (Belo Horizonte, Ouro Preto, Uberlândia e Juiz de Fora), Rio de Janeiro, São Paulo, Goiânia e Curitiba. 

O espetáculo terá um encerramento em grande estilo, com duas sessões gratuitas promovidas pela REDE em lugares bem especiais e ao ar livre: a Praça Mauá (3 de dezembro) e o Memorial da América Latina (10 de dezembro).

No palco, um grupo de treze artistas dá voz a temas fundamentais da música de Milton Nascimento, como amor, amizade, criação artística, negritude, brasilidade e solidão. “Não há uma divisão entre orquestra e atores: todos são uma única voz a serviço da brilhante obra musical de nosso homenageado”, explica Charles Möeller.

O cenário, de Rogério Falcão, remete a uma tradicional casa mineira e os figurinos, assinados por Charles Möeller, tem um ar de ‘roupa vivida’, como se tivessem saído de um antigo baú.

A simplicidade dá o tom: “Milton fala de temas fundamentais com um despojamento sem igual. É universal ao falar de Minas Gerais e do seu universo particular de amigos e artistas. A ideia central do musical é colocar os atores como se fizessem parte de um grupo antigo, uma espécie de ‘clube da esquina’ que ficou esquecido no interior”, resume Möeller.

O roteiro do musical se divide em quatro atos correspondentes às estações do ano. Enquanto composições que remetem a um solar imaginário interiorano (‘Bola de Meia, Bola de Gude’, ‘Aqui é o País do Futebol’) compõem o Verão, ‘A Cigarra’, ‘Um Girassol da Cor do seu Cabelo’ e ‘Nuvem Cigana’ dão colorido à Primavera. Clássicos que atravessaram gerações (‘Cais’, ‘Caçador de Mim’, ‘Encontros e Despedidas’ e ‘Faca Amolada’) moldam o Outono e continuam pelo Inverno, com ‘Nada Será como Antes’ e ‘O que foi Feito Devera’.

MILTON NASCIMENTO – NADA SERÁ COMO ANTES – O MUSICAL

Ficha técnica:

CHARLES MÖELLER & CLAUDIO BOTELHO
Criação e direção

 ELENCO: Bruno Tessele, Cássia Raquel, Estrela Blanco, Jules Vandystadt, Lui Coimbra, Malu Rodrigues, Marya Bravo, Pedro Aune, Pedro Sol, Rodrigo Cirne, Sérgio Dalcin, Tony Lucchesi e Whatson Cardozo

DÉLIA FISCHER
Arranjos musicais

TONY LUCCHESI
Arranjos musicais adicionais

JULES VANDYSTADT
Arranjos vocais

ROGÉRIO FALCÃO
Cenografia

CHARLES MÖELLER
Figurinos

PAULO CESAR MEDEIROS
Iluminação

MARCELO CLARET
Design de som

TINA SALLES
Coordenação artística

CLAUDIO BOTELHO
Direção musical

CHARLES MÖELLER
Direção

MILTON NASCIMENTO – NADA SERÁ COMO ANTES – O MUSICAL

RIO DE JANEIRO – 3 DE DEZEMBRO – PRAÇA MAUÁ – 20HS

 

SÃO PAULO – 10 DE DEZEMBRO – MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA

ENTRADA FRANCA

Patrocínio: REDE

 

(Visited 35 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *