O inquieto Felipe de Carolis !

img_3067-1Esperar é um verbo que, definitivamente, não faz parte do dicionário de Felipe de Carolis. Aos 27 anos e reconhecidamente um dos grandes nomes da nova geração, o ator não fica à merce de possíveis convites para trabalho. Em 2012 ele chamou o cultuado Adherbal Freire-Filho para dirigir o espetáculo “Incêndios”, indo contra as expectativas de alguns que lhe diziam que por conta de ser um texto muito complexo, o espetáculo não iria tão longe. Mas seguindo sua determinação, Felipe produziu e atuou nesse que foi um dos maiores sucessos da temporada teatral dos últimos tempos, ganhando inclusive prêmios de prestígio como APTR e APLAUSO.

Já tendo ganhado visibilidade com trabalhos de grande repercussão, como “Beatles num Céu de Diamantes” e “O Despertar da Primavera”, além do próprio “Incêndios”, Felipe ganhou também um olhar mais atento dos diretores de tv, e por conta disso foi convidado para um dos personagens de grande destaque na minissérie “Verdades Secretas”, na Rede Globo. Mas nem isso fez com que ele se acomodasse. Incansável, e paralelamente à trajetória de “Incêndios”, ele já vislumbrou a possibilidade de encenar outro grande texto do autor libanês Wadji Mouawad (o mesmo de “Incêndios”). Nesse momento “Céus” começava a ganhar vida. Contando mais uma vez com a direção de Adherbal Freire, Felipe comprou os direitos da peça e foi transformando mais um sonho em realidade.

O espetáculo estreou há uma semana aqui no Rio de Janeiro e, já considerado um dos destaques da atual temporada, vai correr todo o país.

Essa semana nós estivemos com o ator nos bastidores do Teatro Poeira, e Felipe gentilmente nos falou sobre a necessidade que sente de transpor suas inquietudes para o público, fazendo com que o mesmo reflita um pouco mais sobre as agruras do mundo em que vivemos.

 
CÉUS
De Wajdi Mouawad
Direção: Aderbal Freire-Filho
Com Charles Fricks, Isaac Bernat, Felipe de Carolis, Rodrigo Pandolfo e Silvia Buarque
Diretor assistente: Fernando Philbert
Cenografia: Fernando Mello da Costa
Iluminação: Maneco Quinderé
Figurinos: Antonio Medeiros
Direção Musical: Tato Taborda
Vídeos e projeto gráfico: Radiográfico
Visagismo: Erica Monteiro
 Direção de produção: Amanda Menezes
Produção executiva: Juliana Cabral
Coordenação geral: Maria Angela Menezes
Produção: Tema Eventos Culturais e E-MERGE
SERVIÇO – CÉUS
Teatro Poeira
Rua São João Batista, 104 – Botafogo – Tel: (21) 2537-8053
De quinta a sábado, às 21h. Domingos, às 19h.
(até 30 de outubro)
Ingressos a R$ 80
Classificação etária: 14 anos
Duração: 1h40
Bilheteria: terça a sábado de 15 às 21h e domingos de 15h às 19h

 

*reportagem : Léo Uliana/*imagens : Sérgio Horta

(Visited 205 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *