Uma conversa sincera com a diva Léa Garcia

Há exatos setenta anos o Brasil ganhava uma de suas maiores atrizes > Léa Garcia !

Nascida no Rio de Janeiro, Léa estreou como atriz no Teatro Recreio, por intermédio de Abdias Nascimento, com quem viria a se casar, e nunca mais parou.

Trabalhando em teatro, TV e cinema, Léa Garcia consolidou uma carreira de papéis marcantes como a Rosa, de Escrava Isaura, novela que a tornou conhecida do público, e venceu a barreira dos personagens tradicionalmente destinados a atrizes negras. Tornou-se, assim, uma referência para jovens atores e admirada pela qualidade de suas atuações.

Atualmente a atriz pode ser vista no teatro, onde está em cartaz com o espetáculo “A Vida Não é Justa”, onde ela celebra seus setenta anos de carreira ao lado do amigo Emiliano Queiroz, também veterano nas artes.

Semana passada, durante a cerimônia de entrega do Prêmio APTR, no Teatro Claro (RJ), nós tivemos oportunidade de conversar com a querida Léa, que prontamente atendeu nossa solicitação.

Veja a seguir.

Reportagem : Léo Uliana/Imagens de vídeo : Cris Muniz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.