THIAGO LACERDA : “Minha profissão não é ficar posando prá foto e ser capa de revista!”

Niterói (casa do Rodrigo Lessa) e Thiago Lacerda 099

Talentoso e de forte personalidade : essa definição expressa com muita propriedade as características mais marcantes desse ator, que em seus 16 anos de carreira acumula diversos personagens de destaque na tv ,no teatro e no cinema.

Thiago diz que é movido por personagens que tenham algo a dizer e não quaisquer trabalhos que lhe sejam oferecidos.

71
Sucesso em Terra Nostra ao lado de Ana Paula Arósio.

Lembrando alguns de seus trabalhos na tv (“Terra Nostra”,”As filhas da mãe”) e no teatro (“Hamlet”,”Calígula” e “Círculo das Luzes”) nós podemos confirmar o que ele diz.

Avesso à badalações, o ator que raramente é visto em festas e restaurantes da moda faz questão de afirmar que seu ofício é “atuar e não posar para fotos”.

Nessa entrevista , que foi realizada após a leitura de um texto de Shakespeare no SESC-Copacabana, Thiago falou sobre sua carreira e da dificuldade de se montar um espetáculo de teatro no Brasil,dentre outras coisas.

“Dez Minutos” com THIAGO LACERDA !!!

*Você acabou de ler um texto de Shakespeare, cujo autor já foi montado por você nos palcos.

Thiago-“Sim, eu fiz somente o “Hamlet”, mas tenho planos de montar mais dois espetáculos com textos dele.”

*Projeto que já está em andamento?

Thiago-“Olha, é um projeto no qual eu penso bastante,mas que ainda não posso te precisar exatamente como vai ser porque ainda estamos em vias de produção.Mas provavelmente em 2016 chega aos palcos.”

*Somente em 2016?

Thiago-“É.Nós temos que pensar que estamos falando de teatro aqui no Brasil,algo que não se faz do dia prá noite.Você tem que preparar o projeto,você tem que pensar no que quer fazer e o processo de captação não é rápido.Mas fora isso eu tenho que organizar a minha vida, tenho três filhos,esposa e ainda faço tv; então é preciso calma nessa hora para que tudo corra bem.E fazer teatro para mim não é só chegar lá e fazer, é preciso um tempo, uma precisão, não dá para fazer de qualquer jeito,apressadamente.”

*Seria mentira afirmar que você se sente mais realizado no teatro?

Thiago-“De fato isso não é verdade.Existe uma participação maior de minha arte, mas isso não me dá toda a dimensão do prazer, porque eu tenho muito prazer em fazer televisão,aliás eu comecei a minha carreira na tv e o meu prazer quando estou lá é gigantesco.Eu não consigo estabelecer uma hierarquia de prazer.O que acontece no teatro é que é um momento muito específico,muito peculiar.A televisão é uma outra abordagem.Mas no teatro por exemplo eu tenho oportunidade de fazer com quem eu quero fazer, do jeito que eu quero e quando eu quero fazer e é claro que isso traz um envolvimento maior.Já na televisão o processo é outro ,mas eu penso que cada um tem o seu impacto de satisfação.”

*E no teatro você sempre fez espetáculos muito densos.

Thiago-“É porque na verdade eu gosto de fazer teatro mesmo;não me interessa pegar qualquer texto,qualquer personagem e por qualquer oferta.O que me alimenta são grandes textos e grandes personagens.E creio que isso não vai mudar, porque na minha carreira eu sempre venho buscando grandes autores.Já fiz Saramago,já fiz Shakespeare,Moliére.”

*E quando você começou a carreira já pensava nesses grandes autores?

Thiago-“Não,imagina.Eu não fazia ideia do que iria escolher,do que ia me interessar.Essa foi uma escolha feita ao longo dos anos.”

*Nos dias de hoje, em tempos de internet e celebridades, todos tomam conta da vida de todos e você sempre guiou sua carreira com muita discrição.Foi algo pensado ou foi um aprendizado ao longo desses 16 anos?

Thiago-“Para mim isso é muito simples; meu trabalho não é tirar foto,não é ir para academia,praia ou combinar jantares em restaurantes badalados para ficar me exibindo para quem quer que seja; não faço a menor questão de ser capa de revista porque isso não é o meu trabalho.O meu trabalho é contar estórias,eu sou um contador de estórias e penso que já me exponho naturalmente quando conto essas estórias.Eu quero sempre prender a atenção do público, mas para dizer algo e não simplesmente por estar jantando com fulano ou beltrano. E eu penso também que isso tem a ver com credibilidade.Eu preciso de credibilidade e quando eu me exponho fora de cena, imagino que quando for precisar dessa credibilidade para contar minhas estórias, essa credibilidade pode estar arruinada.A preservação para o ator é muito importante, o ator precisa de silêncio, de momentos de auto-proteção.E tudo isso que faz parte dos novos tempos,fofocas,sites de celebridade e etc, eu penso que não faz parte da minha profissão.”

*Embora muitos digam que são “ossos do ofício”.

Thiago-Não,não é.Ossos do ofício é decorar texto, atuar e mais que isso, entender o que está sendo dito.Mas se o cara gasta o tempo dele indo prá academia fazer foto sem camisa prá depois postar na internet, ele perde talvez boa chance de entender o que realmente ele está fazendo  e eu prefiro tentar entender o que eu faço; isso me tira do lugar comum e é onde eu me realizo.”

*reportagem : Léo Uliana/colaboração : Cristiano Souza

(Visited 291 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *