Débora Falabella e os dilemas de “Prima Facie”

Vinda de uma família pobre, ela batalhou e venceu no complexo mundo da advocacia. Ao mesmo tempo em que experimentava o sucesso, ela precisou encarar uma crise que a obrigou a rever uma série de valores e princípios, além de refletir sobre o sistema judicial, a condição feminina e as relações conturbadas entre diversas esferas de poder. Essa é Tessa, a bem-sucedida advogada, vivida pela atriz Débora Falabella no espetáculo “Prima Facie”, que acabou de estrear no Teatro Adolpho Bloch (RJ).

Desde a sua estreia em Londres, em 2022, ‘Prima Facie’ seguiu uma trajetória meteórica. Escrito por Suzie Miller, o texto ganhou dezenas de montagens ao redor do mundo, conquistou a Broadway e o West End inglês, virou objeto de disputa entre produtores e inspirou debates e esforços para mudar algumas leis britânicas. 

A versão brasileira, dirigida por Yara de Novaes, fica em cartaz no RJ até o dia 30 de junho somente. (serviço abaixo)

No dia da estreia carioca nós conversamos com Débora Falabella, que nos contou sobre o desejo que tinha de montar esse texto, e da feliz coincidência quando recebeu o convite para o projeto. (vídeo a seguir)

Serviço: PRIMA FACIE
Temporada: 02 de maio a 30 de Junho

Teatro Adolpho Bloch (Rua do Russel, 804)

De quinta a sábado, às 20h | Domingo, às 18h

Duração: 90 minutos
Classificação: 12 anos

Ingressos a R$ 150 e R$ 75 (meia)


Reportagem e imagens de vídeo : Léo Uliana

Foto : Divulgação

Instagram : @10minutosdearte

(Visited 26 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *