O bailarino Thiago Soares revela: “A dança surgiu pra mim como oportunidade de vida”

Considerado um dos maiores bailarinos do mundo, Thiago Soares comemora o sucesso de mais uma temporada do espetáculo “O Último Ato”. O Teatro Casa Grande (RJ) ficou pequeno para a enorme quantidade de admiradores que o artista possui.

“Dizem que o bailarino tem sua primeira morte quando deixa de dançar, então é uma brincadeira com a morte. Hoje apenas apago uma luz para acender tantas outras”, disse Thiago, explicando o título do espetáculo. O bailarino diz que se surpreendeu com a repercussão que esse título teve, mas garante que não está abandonando a dança, e sim fechando um ciclo para que outro se abra.

Thiago em cena do espetáculo “O Último Ato”.

Nós fomos recebidos por Thiago essa semana, minutos antes de ele entrar em cena, e relembrou, dentre outras coisas, do seu começo na carreira. De origem humilde, ele disse que agarrou com todas as forças a oportunidade que lhe foi dada. “Eu nem tinha consciência de que poderia ser um bailarino. o que eu queria era uma melhora de vida. Mas com o tempo eu percebi o talento que eu tinha”, diz ele. (vídeo abaixo)

Reportagem e imagens de vídeo : Léo Uliana/Foto “Thiago” : Luciano Belford

Instagram : @10minutosdearte

(Visited 30 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *